sexta-feira, 26 de junho de 2009

Neverland


Eu achava que ele seria imortal....

Nunca fui a maior fã, não conheço a fundo seu trabalho, não tenho todos os discos, mas ao receber essa notícia, uma dor forte em meu coração me fez perceber que esse mundo tinha mais brilho com a presença, ainda que polêmica, desse homem.
Lembro como se fosse ontem, eu, com aproximadamente 5 anos, na sala do meu avô assistindo aos diversos clipes de Michael Jackson num vídeo K7 . Cresci meio os hits desse louco, inconsequente, sem limites, o IDOLO MUNDIAL DO POP.

Chegou a hora que seu corpo não aguentou. Infelizmente o desafio contra sí próprio o venceu.

Uma parada cardiaca parou o Rei e o mundo inteiro.

FIM.

Um comentário:

Giovana Damaceno disse...

Excentricidades à parte, ele foi O pop star da minha geração. Até aquele passo pra trás eu aprendi a fazer. Portanto, não dá pra não chorar. É o que tenho feito desde ontem...